Estrada – Renovação da gama e duas novas versões para o Skoda Superb

A Skoda decidiu renovar o seu grande familiar, o seu Superb que já está no mercado nesta geração desde 2015. Além dos vários retoques exteriores e interiores ou da dotação de mais equipamento para todas as versões do Superb, as grandes novidades são a chegada do Superb iV, o primeiro híbrido plug-in da marca checa, e o Superb Scout, para quem gosta de caminhos acidentados mas não quer um SUV.

Ora então começamos pelos retoques disponíveis a todas as versões do Skoda Superb. A marca checa disponibiliza agora faróis frontais com tecnologia Matrix LED e as luzes traseiras também em LED. Há ainda novos para-choques, à frente e atrás e uma grelha frontal de maiores dimensões.


A nível de tecnologia o Superb passa a contar com sistema de travagem automático com reconhecimento de peões, cruise control adaptativo, assistente de máximos, assistente de manutenção na faixa de rodagem e estacionamento automático.

Passando para os interiores há novos apontamentos em cromado, novos revestimentos e a bagageira recebeu novas soluções para transportar carga. A nível de motores temos para escolha a diesel os 1.6 TDI com 120 cv e 2.0 TDI com 150 ou 190 cv. Depois a gasolina há os 1.5 TSI com 150 cv e o 2.0 TSI com 190 ou 272 cv. Dependendo do motor escolhido podemos ter uma caixa manual de 6 velocidades ou uma caixa automática DSG de 7 velocidades.


Passando para o Superb iV, debaixo do capot encontramos um motor 1.4 TSI que juntamente com um motor elétrico perfazem 218 cv de potência combinada e 400 Nm de binário, acoplados a uma caixa automática DSG de 7 velocidades. A Skoda anuncia uma autonomia de até 55 km em modo 100% elétrico e com uma wall box de 3,6 kW conseguimos carregar as baterias de 13 kWh em 3h30 min.

Apesar de as baterias estarem situadas à frente do eixo traseiro, a unidade de controlo está por baixo da mala e assim a sua capacidade ficou um pouco reduzida mas nada que comprometa as excelentes capacidades familiares que caracterizam este modelo da Skoda. Esta versão híbrida plug-in pode ser escolhida com a carroçaria de berlina ou em carrinha.


Já para os mais aventureiros mas que não gostam dos SUV da moda, a Skoda levou a versão Scout da Octavia para a Superb. Apenas disponível em carrinha, a Superb Scout conta por fora com muitas diferenças para a versão normal. Além dos logos da versão um pouco por todo o lado, temos ainda as proteções em plástico à volta da carroçaria, para-choques com proteções em alumínio e barras do tejadilho em cromado. Há ainda umas jantes de 18″ de série ou de 19″ em opção.

Porque só o ar de jipe não chega para atravessar certos caminhos mais difíceis, a Skoda inclui ainda nesta Superb Scout uma tração integral de série, subiu a suspensão em 15 mm e acrescentou proteções por baixo do motor e da carroçaria. Há ainda um modo offroad nos modos de condução. Esta carrinha pode ainda rebocar 2.200 kg.


Por dentro esta versão mais radical tem os painéis pintados a imitar madeira, bancos aquecidos de série e com um revestimento mais resistente ou em opção podemos escolher um misto de pele e Alcantara. A Superb Scout apenas pode ser escolhida com o motor 2.0 TDI com 190 cv e 400 Nm ou com o 2.0 TSI com 272 cv e 350 Nm. Ambos equipados com a caixa automática DSG de 7 velocidades.


O Skoda Superb iV e a versão Scout têm chegada ao mercado prevista para o início do próximo ano, já o facelift de toda a gama Superb chega aos stands da marca ainda no decorrer deste ano.

NetCarShow.com

Fonte: Fábio Guedes – Chicane Motores

Partilhar