Estrada – O motor Skyactiv-X da Mazda para fazer frente aos diesel está a chegar

Para a Mazda os motores a combustão, especialmente os a gasolina ainda têm muito mais para dar. E por isso a marca japonesa apostou as suas fichas no novo motor Skyactiv-X para deixar muitos blocos a diesel corados de vergonha.

Depois de muito tempo de desenvolvimento e testes, a Mazda anunciou agora as especificações finais deste bloco, que tem como objetivo fazer consumos tão bons ou melhores como um motor diesel da mesma potência.

transferir

Este bloco terá então 1998 cm3, com uma potência de 180 cv às 6.000 rpm e 224 Nm às 3.000 rpm, e uma taxa de compressão de 16,3:1. Contará ainda com um sistema mild-hybrid de 24V para ajudar ainda mais na redução dos consumos.

Este novo motor vai estar disponível no Mazda 3 a partir do outono e os consumos variam consoante as jantes e o tipo de caixa escolhidos. Segundo os dados fornecidos pela marca japonesa, podemos ter um consumo médio a começar nos 5,5 l/100 km com jantes 16″ e caixa manual, subindo para os 6,3 l/100 km com jantes 18″ e caixa automática, até a um máximo de 6,9 l/100 km quando equipado com jantes 18″, caixa automática e tração integral. A nível de emissões de CO2 começa num mínimo de 122 g/km até a um máximo de 157 g/km.

Mazda-3-2019-800-4f

E como é que a Mazda consegue alcançar uns consumos destes perguntam vocês?! Não querendo dar uma de James May, resumidamente este motor é quase o “Santo Graal” dos motores de combustão interna. Este bloco conta com ignição por compressão como um motor a diesel. Já muitos tentaram fazer igual, mas nunca ninguém tinha conseguido passar do papel para a vida real, devido à faixa de utilização do motor ser muito curta e só funcionar com baixa carga.

Mas a Mazda deu a volta ao problema e ao utilizar uma vela de ignição conseguiu pôr este Skyactiv-X a combinar a ignição por compressão nas cargas baixas e a ignição por faísca nas cargas altas, tudo numa transição suave e com muito rendimento.


São consumos muito promissores para um motor a gasolina com 180 cv de potência. Claro que teremos que esperar para ver se será mesmo assim, pois apesar destes consumos terem sido já apurados através dos novos e mais rigorosos testes WLTP, na vida real as coisas mudam sempre um bocadinho. Mas como podem ver, os motores a combustão ainda não estão obsoletos!

NetCarShow.com

Fonte: Fábio Guedes – Chicane Motores

Partilhar